quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

GM pode ser processada em R$ 7,6 bilhões

Estado do Arizona, nos EUA, alega que montadora sabia sobre defeito de ignição, mas não agiu para corrigi-lo.
2015 promete ser um ano difícil para GM. Não bastassem as 33 mortes confirmadas pelo defeito de ignição em seus veículos, que levou ao recall de 2,6 milhões de unidades em todo o mundo, a marca americana pode ser processada em US$ 3 bilhões, aproximadamente R$ 7,6 bilhões.
O fato é que o Estado do Arizona, nos Estados Unidos, entrou com uma ação contra à montadora, alegando no tribunal que a General Motors teria conhecimento do defeito que levou às mortes e não fez nada por quase uma década para corrigi-lo. 
Se o processo for adiante, o tribunal pode multar até US$ 10 mil, aproximadamente R$ 25 mil, por carro vendido, o que elevaria o total de US$ 3 bilhões em multas, e isso em um único Estado. Outros Estados, aliás, estão trabalhando para que a mesma ação seja encaminhada à marca. 
FONTE: Estadão